campanha suja

Na sexta-feira à noite, dia 3 de setembro de 2010 a Polícia Militar e o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas apreenderam um veículo identificado com propaganda eleitoral irregular. No carro – modelo Celta vermelho – foram encontrado objetos suspeitos. Cerca de trezentas camisetas com inscrições contra a pedofilia, o que poderia ter conotação política.

Isso aconteceu por volta das 20h na Avenida Eduardo Ribeiro, centro de Manaus. Parte da avenida ficou tomada por curiosos, pelos PM’s e pelos agentes do TRE. O motivo desse tumulto era tentar descobrir se o material, que estava sendo distribuído às pessoas que passavam pelo local antes da chegada dos policiais, tinha ligação com algum partido político.

De acordo com o cabo que recebeu a denúncia e fez a apreensão das camisetas com a inscrição “Pedofilia, eu sou contra, e você?”, ele achou suspeita a atitude de entregar as camisetas em plena sexta-feira à noite no centrão da cidade. E além disso, todas elas estavam guardadas dentro do veículo adesivado a favor de um dos candidatos ao governo do estado.

Alguns dias antes, durante a semana, foram distribuídos em pontos de grande circulação, como terminais de ônibus e durante a madrugada, panfletos fazendo menção a um candidato. Propaganda ilegal e anônima. Desta vez a ação foi feita com a distribuição dessas 325 camisetas nas cores amarela, rosa, preta e branca. Não havia nome de nenhum candidato nas camisetas, mas de acordo com o juiz eleitoral Carlos Zamith, é durante período de campanha, é proibida a doação de brindes (camisetas, bonés, canetas etc), mesmo que não haja menção direta a nenhum candidato.

Flauber Silva, industriário,26 anos foi um dos que estava passando pelo local e recebeu a camiseta. “Foi aqui na frente da Rádio RioMar que eu recebi das mãos do Braz Silva. Aí eu usei né, porque não tinha nome de candidato nem nada ué”.

Ele cita o nome do radialita Braz Silva, pois o carro em que estavam as camisas era dele. E no momento da apreensão ele estava apresentando um programa no estúdio da Rádio. O TRE e Polícia Militar entraram no local, para solicitar que o radialista fosse à Polícia Federal prestar esclarecimentos sobre as tais camisetas polêmicas.

Dentro dos kits, o  TRE ainda encontrou santinhos do candidato a deputado estadual Sabá Reis, candidato apoiado pelo radialista. Todo o material foi levado à PF para análise. De acordo com Braz Silva, as camisetas com inscrições contra a pedofilia fazem parte de uma campanha da Igreja Católica. Mas em nota oficial do dia seguinte, a Arquidiocese de Manaus desmentiu a afirmação do radialista. De acordo com o arcebispo Dom Luis Soares Vieiranão há nenhuma entidade católica apoiando a “suposta” campanha contra a pedofilia.

Se for comprovada a conotação política das camisas, a ação poderá ser confirmada como crime eleitoral.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s