Política da pipoca

 

Pelo menos para as pessoas sãs – algo difícil de se encontrar hoje em dia – a violência sexual contra menores de idade causa sensações nada agradáveis. Alguns sentem raiva, outros nojo e por aí vai.

Claro,  para um  tema sensível como esse, há se esperar reações mais sensíveis ainda. E toda essa delicadeza já foi contata a quatro ventos. O que causa estranheza é esse assunto, que estava boiando por aí, vagando solitário, sem rumo, agora, em pleno momento de campanha eleitoral, de total vapor nas indústrias de politicagem, ressurgir, recebendo toda a força de nobres políticos.

Eles, nunca antes preocupados com as pobres crianças vítimas de homens brutos e doentes, agora, literalmente vestem a camisa (contra a pedofilia).

O que não entendo é qual o jogo está atrás dessa luta meio com cara de sincera meio com cara de palhaça. Mas o circo já está montado e os equilibristas do poder já estão se apresentando.

Os palhaços com aquele jeito de quem não sabem nada, fazem a plateia rir. E nós, público ávido por bagunça, assistimos enquanto comemos pipoca.

Assim como o milho, que se esquenta, espoca, vira pipoca e esfria, nossos políticos hão de se desesquentar daqui a pouco e se depender deles, no dia três de outubro o circo vai embora e as criancinhas vão ficar sem os palhaços. Bom para elas.

crédito da foto: cmacctcheon.blogspot.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s