A arte da ruptura

ImagemImagemImagem

Está tudo misturado, isso hoje em dia. Mas o que está assim, unido, que não dá pra separar? A vida, a leitura, o mundo, a arte. A forma de se fazer acontecer, de se escrever, de se expressar, de representar mudou. O que antes era como água e óleo num mesmo líquido viscoso, ou seja,impossível,  se tornou com os artistas da vanguarda uma alternativa, uma nova forma de ver.

E disso, surge um questionamento: para se enxergar o novo, do que se necessita? De novos olhos, diria alguém sensato.

Conseguir essa nova maneira de encarar o mundo e de encaixar as coisas nele não foi assim tão fácil. Mas os artistas revolucionários deixaram seu legado. Com eles as linguagens de ruptura não decepcionaram.

Está certo. Talvez tenham causado escândalos, polêmicas, desentendimentos, falhas na comunicação, mas, definitivamente, não decepcionaram.

O que quero dizer com isso?

Charles Baudelaire, Stéphane Mallarmé, Blaise Cendrars, Edgar Braga.

Não sou eu que quero dizer. Eles dizem. Na verdade, eles experimentam, brincam com a palavras, com os espaços, com os sentidos, com os significados. Bem, lá no fundo, eles brincam com o leitor.

Quem se permite essa leitura de múltiplos sentidos, se dá a chance ímpar de adentrar no entendimento de que a vírgula do texto está na pausa, de que o ponto está no silêncio, de que o virar a página está em escolher aleatoriamente o que vem a seguir. Achou pouco?

Uma leitura que te faz sentir uma cor, ouvir um cheiro, visualizar a palavra.

E isso tem nome: obra aberta ou vanguardas estéticas de ruptura. Nada mais do que procedimentos de renovação das linguagens da arte.

A importância: abrir leques e quebrar paradigmas tradicionais

Como saber se o que você lê é algo que se encaixa nessa probabilidade?

A linha perde o sentido. É como uma partitura musical. O “sentido” surge no “sentir”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s